GENESIS DA ÁGUA

 


A vida surgiu nosso planeta a aproximadamente 4 bilhões de anos atrás. A atmosfera na terra era quente e gasosa. Aos poucos esta massa de vapor fervente foi esfriando e se condensou em água que caiu do céu em chuvas torrenciais, formando os mares, rios e lagos. 

 

 

Nosso planeta está localizado na distância perfeita do sol, nem muito quente e nem muito frio, o que fez com que a água se mantivesse no seu estado líquido em sua atmosfera, escorrendo como veias e irrigando os poros daquela crosta terrestre recém-formada. Foi neste plasma original que surgiu um milagre: o milagre da vida.

 

 

A água é composta por dois átomos de hidrogênio (H) e um de oxigênio (O), formando a molécula de H2O. É uma das substâncias mais abundantes em nosso planeta e pode ser encontrada em três estados físicos: sólido (geleiras), líquido (oceanos e rios), e gasoso (vapor d’água na atmosfera).

 

Aproximadamente 70% da superfície terrestre encontra-se coberta por água. Na verdade nosso mundo deveria chamar-se Planeta Água!  No entanto, menos de 3% deste volume é de água doce, cuja maior parte está concentrada em geleiras (geleiras polares e neves das montanhas), restando uma pequena porcentagem de águas superficiais para as atividades humanas. 

 

 

Apenas 2,5% da água disponível no planeta é doce: 68,9%  está nas calotas polares; 29,7% em aquíferos; 0,9%  em outros reservatórios como nuvens, vapor d’água, etc e somente 0,5% em rios e lagos, 97,5% da disponibilidade da água do mundo é de água salgada dos oceanos.

 

 

A água é vital para a vida de todas as espécies. Aproximadamente 2/3 do nosso organismo é composto por água.  Segundo as pesquisas mais recentes, a ingestão de água tratada ou mineral é um dos mais importantes fatores para a conservação da saúde. A água é considerada o solvente universal, limpa e hidrata o organismo auxiliando na proteção do organismo contra o envelhecimento.

 

 

A Cianobactéria conhecida como alga verde azulada foi a forma de vida primitiva que mudou nossa atmosfera para sempre, é a forma ancestral de todas as plantas. Enquanto todas as outras formas de vida primárias alimentavam-se do calor do centro da terra, esta bactéria passou a se alimentar da luz do sol, liberando oxigênio na atmosfera pela primeira vez.

 

Não existia oxigênio na atmosfera, apenas dióxido de carbono. Foram os micro-organismos que viviam na água que começaram pela primeira vez a se alimentar de energia solar, quebrando com sua forma primitiva de respirar a molécula da água e liberando oxigênio na atmosfera. Este processo começou há mais de quatro bilhões de anos atrás e continua acontecendo até hoje. 

 

A partir da água as plantas se desenvolveram e formaram as primeiras florestas na terra. As árvores são imensos devoradores de carbono, seus troncos e folhas são feitos do carbono sequestrado da atmosfera, enquanto liberam oxigênio como resultado da fotossíntese. 

Desenvolvido por:
Sac: 0800-2820500